Osteopatia lisboa
PortugalEnglish (United Kingdom)
marcacoes_online
promocoes
Osteopatia e Massagem
Rua Gonçalves Zarco, 21B
1400-192 Lisboa
Telm. 91 151 64 79 Siga-nos no Facebook
Limpeza de pele profunda

Para quem não sabe o rosto é o nosso cartão de visita, mas não é só por isso que devemos cuidar bem dele, e sim por ele sofrer diariamente com os raios solares, com a poluição e com o excesso de maquilhagem. O procedimento é uma técnica eficiente para dar fim às células mortas da camada superficial, o que na prática significa mais saúde, higiene e beleza para a cútis.

A limpeza de pele profunda serve para remover cravos abertos (pontos pretos) ou fechados (pontos brancos), remoção de milio (cravos resistentes, cobertos por uma fina camada de pele) e pontos sebáceos, impurezas e células mortas. Ela deve ser feita de 2 em 2 meses, no caso de peles normais a secas, e nos casos de acne com muitos cravos, inicialmente indicamos uma vez a cada 15 dias e, depois  1 vez por mês em peles mistas a oleosas e com cravos, para evitar acúmulos do dia-a-dia, como manutenção.

Depois de uma avaliação pormenorizada (anamnese) da epiderme, realiza-se o procedimento profissional de limpeza profunda da pele, pelas seguintes etapas:

  1. Higienização profunda:

Inicia-se o processo com uma boa higienização, para que o esfoliante tenha maior efetividade e para retirar a camada mais superficial de impurezas da pele.

  1. Esfoliação:

Faz-se uma esfoliação suave para remover a camada mais superficial da pele e as células mortas, facilitando a extração de cravos e dar à pele a sua maciez original.  Em pessoas que possuem espinhas inflamadas essa esfoliação só pode ser feita com um produto específico.

1. Tonificação:

Muito importante para ajudar a pele a se recuperar de qualquer dano causado pela esfoliação

2. Aplicação de emoliente:

O emoliente é aplicado, geralmente em gazes ou máscaras específicas com essa finalidade, para auxiliar ainda mais na retirada de cravos, acne não inflamado e miliuns.

3. Aplicação de vapor ou máscara específica:

Geralmente é usado vapor de ozônio para a abertura de poros, o que permite que a limpeza da pele chegue a partes mais profundas da pele, ou máscaras específicas com a função de dilatação dos poros, com uma acção de cerca de 15m.

4. Extração:

A extração dos cravos é feita manualmente, com gaze ou  algodão umedecidos com uma loção antissépticas. Já a extração de miliuns deve ser feita com a ajuda de uma microagulha.

Mas uma outra forma de fazer uma boa limpeza de pele, retirando ao máximo suas impurezas é fazer um tratamento profissional chamado limpeza de pele ultrassônica, que utiliza um equipamento de ultrassom para atingir as camadas mais profundas da pele.

5. Cauterização da Pele:

Feita geralmente com aparelho de alta freqüência, cauterizando qualquer pequeno ferimento decorrente da extração e evitando qualquer infecção ou inflamação.

6. Aplicação de máscara Calmante:

Deve ser aplicada uma máscara, geralmente calmante, de acordo com o tipo de pele, durante cerca de 10m para ajudar a diminuir o eritema (vermelhidão) e a acalmar a pele.

7. Creme hidradante:

Aplica-se o creme hidratante de acordo com o tipo de pele e durante sua atuação pode ser realizada uma massagem drenante em todo rosto para ajudar a retirar a vermelhidão e o inchaço.

8. Aplicação do protector solar:

Para finalizar a limpeza de pele profissional deve ser aplicado protector  solar sempre com fator de proteção igual ou superior a 30 FPS. Depois deste procedimento a pele fica mais sensível que o normal e por isso o filtro solar é fundamental para proteger a pele dos danos do sol e para evitar o surgimento de manchas escuras (pigmentação) na pele, que poderão surgir caso fique exposto ao sol ou à luzes ultravioletas.

 

Após a limpeza de pele profissional, é necessário ter alguns cuidados durante, pelo menos, 72horas, como não ficar exposto ao sol e não usar produtos ácidos e cremes oleosos, dando preferência por produtos calmantes e cicatrizantes da pele.  E utilizar sempre o protetor solar facial para proteger a pele de queimaduras solares e para evitar o surgimento de manchas.

Cuidados diários com a pele:

  • Fazer uma boa higienização da pele: utilizar água corrente com um sabonete ou gel apropriado para o seu tipo de pele. Este apontamento é muito importante, pois existe uma percentagem de pacientes que me procuram, que quando é realizada a anamnese me dizem que limpam a pele só com água micelar, leite de limpeza ou tónico. Isto é um erro crasso, pois a pele precisa duma primeira abordagem antes de se passar para os produtos de limpeza da pele.
  • Proteja a sua pele da luz solar: usar protector solar diariamente e não somente quando estiver na praia, pois os raios ultravioleta do sol provocam foto-envelhecimento.
  • Manter a pele limpa: realizar com um produto desmaquilhante, mesmo para quem não se maquilhe, pois a pele ao final do dia tem os resíduos da poluição e os detritos do próprio metabolismo da pele.
  • Tonificar e hidratar a pele:  usar um bom tónico para equilibrar o ph da pele e em seguida nutrir a pele com um hidradante de acordo com o seu tipo de pele, pois assim evita-se o ressecamento e a entrada de micro-organismos que podem causar infecções.
  • Esfoliação da pele: deve ser feita uma vez por semana.
  • Beber bastante água e alimentação saudável: pois,  “somos aquilo que comemos”.